• 26/04/2018 - Marjorie Estiano incorpora uma prostituta sadomasoquista no filme “Todo Clichê do Amor”
    Fechar

    Marjorie Estiano incorpora uma prostituta sadomasoquista no filme “Todo Clichê do Amor”

    Como o próprio nome já diz, Todo Clichê do Amor vai relatar da forma mais comum os tipos de amor que existe. No entanto, o longa dirigido por Rafael Primot surpreende pela narrativa, a forma como a trama é desenhada em quadros que, em determinado momento, se cruzam sutilmente.

    Um dos destaques é Marjorie Estiano (Entre Irmãs) que incorpora uma prostituta sadomasoquista divertida pela língua bem afiada. No entanto, assim que suas camadas se transparecem, a personagem revela ser uma mulher apaixonada, desejada e com o sonho de ser mãe. Diferente dos demais, a atuação da atriz tem uma atmosfera mais cinematográfica.

    Leia a matéria completa aqui.

  • 24/04/2018 - Entre Irmãs estreia no Telecine
    Fechar

    Entre Irmãs estreia no Telecine

    O cinema nacional é destaque no Telecine Premium com Marjorie Estiano e Nanda Costa no drama Entre Irmãs. Adaptação do livro “O Cangaceiro e a Costureira”, o filme retrata os diferentes caminhos Luzia e Emília, criadas pela tia no interior de Pernambuco, na década de 1930. Enquanto Luzia (Nanda Costa) se conforma com sua realidade, Emília (Marjorie Estiano) insiste no sonho de mudar para a cidade grande. Suas vidas mudam para sempre quando o cangaceiro Carcará cruza seus caminhos.

    Leia toda a matéria aqui

  • 20/04/2018 - Sob Pressão Conquista o Prêmio EXTRA de TV 2018
    Fechar

    Sob Pressão Conquista o Prêmio EXTRA de TV 2018

    A série brasileira “Sob pressão”, da TV Globo, conquistou o prêmio Extra TV de melhor série de 2017.

    Com Marjorie Estiano e Julio Andrade, a serie uma coprodução da Globo com a Conspiração Filmes, é dirigida por Andrucha Waddington e Mini Kerti.

    A segunda temporada tem supervisão de texto de Jorge Furtado e redação final de Lucas Paraízo.

    Paraízo escreve também os episódios em parceria com Antonio Prata, Marcio Alemão e André Sirangelo.

    Estreia prevista para o segundo semestre de 2018

  • 15/04/2018 - Marjorie Estiano faz seu sexto trabalho com a Diretora Monique Gardenberg
    Fechar

    Marjorie Estiano faz seu sexto trabalho com a Diretora Monique Gardenberg

    Marjorie Estiano volta a trabalhar sob a direção de Monique Gardenberg. Inicialmente foi no teatro, em “Inverno da Luz Vermelha” (2011), “O Desaparecimento do Elefante” (2012), “Fluxorama” (2016-17).

    Estiverem juntas também em 2 apresentações musicais: “Nivea Viva Rock Brasil” (2016) e o “Projeto Banco do Brasil – The Beatles Covers” (2013/2014).

    E agora, é no cinema, no longa-metragem “Paraíso Perdido” que estreia dia 31 Maio.

  • 02/04/2018 - O longa-metragem “Todo Clichê do Amor” estreia dia 19 de abril.
    Fechar

    O longa-metragem “Todo Clichê do Amor” estreia dia 19 de abril.

    Dirigido por Rafael Primot, “Todo Clichê do Amor” é uma comédia sobre temas comuns. Histórias clichês que se entrelaçam porém não se saturam e que possui abordagens infinitas. Protagonizado por: Marjorie Estiano, Maria Luisa Mendonça, Débora Falabella, o longa tem estreia prevista para o dia 19 de abril.

    Todo Clichê do Amor conta a história de uma stripper passional que decide se tornar mãe; de um entregador que comete um assassinato como prova de amor a uma garçonete comprometida e mostra a última chance que uma madrasta tem para conquistar o afeto de sua enteada no velório de seu esposo. Um entrechoque de carências e erros desses outsiders que emerge novas e inesperadas formas de afeto.

    O diretor Rafael Primot explica “Nossas histórias se apresentam como pequenos contos: Uma maquiadora se apaixonada por um ator-pornô prateado; uma madrasta que se aproxima da enteada rejeitada no velório de seu esposo; um motoboy faz curso de libras para se declarar para uma garçonete comprometida, seu amor platônico; um executivo é aprisionado por engano por uma prostituta performática em um quarto de motel e, finalmente, os apaixonados conseguem romper barreiras e os personagens se declaram e se entregam livremente ao amor e seus clichês”.